[Mochilão 12] Operação Licancabur

Fala povo ! Depois de trazer para vocês a "Missão Down Under" em março, está estreando hoje mais um mochilão, "Operação Licancabur", rumo aos Andes !



A delegação desta vez está maior: 4 integrantes. Viajam comigo o Numb2 (participou do Missão Down Under e do Mochilão 2013), Sascha (participou do Mochilão 2007) e Ronaldo (primeira vez que viaja comigo).

O primeiro destino será o Chile, país que tem um significado especial pra mim. Meu primeiro mochilão foi lá, há exatos 10 anos.Viajei com o Novello, amigo de tantas aventuras, hoje aposentado das mochilas. Me lembro como se fosse hoje quando desembarcamos no aeroporto de Santiago naquele 30 de junho de 2004. A ansiedade era tanta, que nem aguentamos esperar: tomamos a primeira Cristal da viagem ali mesmo, no setor de desembarque do aeroporto. Era um final de tarde de inverno e batia uma brisa congelante do lado de fora. Adrenalina bombando na veia, resultado da mistura de medo, ansiedade e euforia que estávamos sentindo. A grana era curta, o conforto era mínimo, mas sobrava disposição. Foram 3 semanas incríveis com muita diversão e aventura, muita neve e esqui em Pucón, noitadas em Santiago e paisagens iradas no Deserto do Atacama. Aquele mochileiro inexperiente e duro que desembarcava em Santiago mal poderia imaginar que estava dando o primeiro passo de uma longa e incrível jornada de 10 anos pelos 5 continentes ! Se juntasse todos estes mochilões num só, seria como viajar durante 306 dias seguidos (10 meses) por 48 países percorrendo 343 mil Km, o equivalente a 8 voltas e meia ao redor da Terra !!   Quantas aventuras, quantos momentos sublimes, quantas descobertas, quanto aprendizado, quanta diversão, quantos sabores diferentes, quantos perrengues, quantos micos, quanta adrenalina !! É um filme de aventura que passa na minha cabeça, junto com uma vontade enorme de voltar no tempo e viver tudo isso de novo. Que venham os próximos 10 anos !

Além do Chile, a Operação Licancabur passará também pela Bolívia e Peru, dois países vizinhos que nunca cheguei a visitar. Chega a ser vergonhoso eu ter conhecido lugares tão longínquos como Japão, China e Austrália, e nunca ter ido para Machu Picchu e Salar de Uyuni, destinos populares da América do Sul que estão bem aqui, do nosso lado. A idéia de viajar para estes países surgiu meio que por acaso. Minha primeira idéia era ir para o Canadá, país que está na fila há tempos aguardando sua vez para ser explorado. O Morão (integrante do Missão Down Under) deu a idéia de ir para algum destino de neve no Chile ou Argentina, e o Numb2 também topou. Achei que poderia ser uma boa, já que não faço uma "snowtrip" há séculos. O Morão acabou desistindo de viajar, mas depois apareceu o Sascha dando a idéia de ir também para o Salar de Uyuni na Bolívia. Acabamos fechando um roteiro que incluía neve no Chile, e depois Bolivia e Peru. O Ronaldo depois apareceu para reforçar o time.

Começamos a viagem em Santiago e depois subimos a cordilheira rumo ao Valle Nevado e Farellones, onde vamos esquiar. Como tem 10 anos que não vejo neve, acho que vou precisar de umas aulas para relembrar, ehhehe.

A parada seguinte será San Pedro de Atacama, no extremo norte do país, ponto de partida para um rally de 3 dias num jeep 4x4 percorrendo cerca de 500km pelo deserto, cruzando a fronteira da Bolívia. Esse passeio passa por lagoas, vulcões, geysers e o famoso Salar de Uyuni, um imenso deserto de sal com paisagens que parecem pertencer a outro planeta. Será algo desafiador, já que vamos pegar um frio intenso (chega a fazer -15 graus a noite no deserto), nível precário de conforto e altitudes de até 4500m. Passaremos no caminho pelo imponente Licancabur, um imponente vulcão que fica na fronteira entre Chile e Bolívia e que emprestou seu nome para este mochilão.

O passeio termina na pequena cidade de Uyuni, no sul da Bolívia, onde pegamos um voo rumo a La Paz, capital mais alta do mundo (4000m de altitude). Numb2 e Sascha voltam pro Brasil de lá, e eu continuo a viagem com o Ronaldo rumo ao lago Titicaca, onde está localizada a cidade de Copacabana, que emprestou o nome à "princesinha do mar", aquela que é a mais famosa das praias brasileiras.

Em Copacabana pegamos um ônibus para Puno, já no lado peruano, de onde vamos para Cusco, a antiga capital do Império Inca.

Lá embarcamos um trem rumo a Aguascalientes, cidade que serve de base para explorar as famosas ruinas de Machu Picchu, patrimonio mundial da Unesco. Será a última parada da viagem. De lá, voltamos para Cusco, e depois para o Rio.

Este é o roteiro da viagem:

08/ago Rio-Santiago
09/ago Santiago
10/ago Santiago
11/ago Santiago-Farellones
12/ago Farellones-Santiago
13/ago Santiago-San Pedro de Atacama
14/ago Rally dia 1: San Pedro de Atacama-Laguna Colorada
15/ago Rally dia 2: Laguna Colorada-San Juan
16/ago Rally dia 3: San Juan-Uyuni
17/ago Uyuni-La Paz
18/ago La Paz-Copacabana
19/ago Copacabana-Cusco
20/ago Cusco
21/ago Cusco
22/ago Cusco-Aguascalientes
23/ago Aguascalientes-Cusco
24/ago Cusco-Rio

O mapa da viagem:



Alguns dos lugares por onde vamos passar:






























Acompanhe o blog e viaje junto com a gente pelas próximas duas semanas ! Espero que vc também se divirta com as aventuras e se sinta o 5o integrante da equipe.

Agora partiu rumo ao CHI-CHI-CHI...LE-LE-LE...!

Até mais !

Um comentário:

  1. Pô, Alexandre, toda viagem sua é uma viagem para nós. Aproveite bastante.

    Estivemos eu e minha namorada por duas semanas em Madri. Fomos à Toledo, Ávila, Segóvia, El Escorial e Alcalá de Henares. Estou publicando quase tudo no meu blog. Tirei umas 2 mil fotos e vídeos. Lembrei de você quando visitei o fantástico Santiago Bernabéu (e não comprei nada, lógico, rs...)

    Um abraço e boa viagem.

    P.S. Macchu Picchu é o olho da cara.

    ResponderExcluir

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...