[Mochilão 11] Dia 21: Melbourne


Dia de conhecer a Great Ocean Road, famosa estrada que percorre o litoral do estado de Victoria (do qual Melbourne é capital), com paisagens incríveis, formações rochosas e falésias. Esta estrada é muitas vezes comparada à Pacific Coast Highway, na Califórnia. 



Tivemos que acordar cedo (6h) para pegar a van da excursão, que passou em frente ao hostel.


A van parou na estrada para servir o café da manhã. Estava garoando e fazendo frio:




 Tinha um monte de pássaros como esse por lá, com uma crista amarela:


Gaivotas:

 Alguns kilômetros adiante, paramos neste portal que marca o início da Great Ocean Road.



Monumento em homenagem aos soldados australianos que construíram os 243 Km da estrada após o término da 1a Guerra Mundial. A construção da estrada foi uma maneira que o governo australiano encontrou de dar emprego aos soldados depois que eles voltaram da guerra.


Uma praia cinzenta e chuvosa ao lado do portal que marca o início da estrada:



Mais adiante, paramos num outro lugar onde era possível ver coalas em árvores:





As árvores tinha muitos pássaros também, e eles pousavam nas pessoas:



No meio da estrada, o motorista gritou "Wild kangaroos !!!", e parou a van para a gente descer e ver os cangurus. Ele disse que naquela região não é comum ver cangurus selvagens. Eles estavam dentro de uma fazenda e eram muitos, uns 20. Pulamos a cerca e tentamos nos aproximar, mas os cangurus estavam assustados e se afastaram. Dei um zoom, e o máximo que consegui me aproximar deles foi isso:


Conhecemos duas alemãs gente boa na excursão e ficamos conversando com elas durante a viagem. Tinha um coroa canadense que não parava de falar. Nunca vi um velho tão tagarela. Depois de um tempo, estava todo mundo ficando já meio incomodado com ele.

Chegamos por volta do meio-dia a Cape Otway, onde almoçamos num pequeno restaurante. Estava incluido no preço da excursão:




O Cape Otway Lightstation, o farol mais antigo em funcionamento na Austrália (desde o século 19):


O "gerente" do farol me lembrava o personagem de algum filme que já vi... :-)





Vista do alto do farol:



Depois de mais de uma hora de estrada, chegamos à principal atração da Great Ocean Road: o Twelve Apostles, que são incríveis formações rochosas à beira-mar. O lugar estava cheio de ônibus, com muitos turistas. É a principal atração turística do estado de Victoria.






Cobras pelo caminho !! Felizmente não vi nenhuma :-)



A paisagem das falésias e das formações rochosas é realmente incrível, mas foi uma pena que o tempo estava cinzendo e chuvoso:






A próxima parada foi nessa praia com falésias e estalagtites:










Uma outra praia vizinha:





Chegamos de volta à Melbourne por volta das 21h.

Comemos na loja de conveniência ao lado do hostel (wrap e muffin por $9,50 = R$23) e fomos dar uma conferida no bar do nosso hostel:





Encontramos com a Astrid e fomos procurar algum bar legal no centro da cidade. Por volta de 1h da manhã tentamos entrar na Spice Market, uma boate que parecia estar bombando pelo movimento que tinha na porta, mas fomos barrados pelos segurança na entrada por causa da roupa !! Que fase !

Depois entramos no Rooftop Bar. O local tinha uma boate que parecia um trem fantasma, totalmente escura, sem falar que estava uma sauna lá dentro. No andar de cima tinha um bar estilo "festa estranha com gente esquisita". Não ficamos nem 10 minutos lá.

Mais peregrinação pelas ruas do centro de Melbourne. Já eram 2h da manhã quando entramos na Carlton Club, um bar/boate bem legal, mas que já estava vazio por ser uma quinta-feira. O problema é que acabamos atrasando muito para sair do bar do hostel, e perdemos o "timing" da noite. Uma pena, porque era a minha última noite na cidade. Só para não passar a noite em branco, ficamos um pouco lá na Carlton. Tomei uma cerveja Carlton Draught de 500ml por $11 (R$26). O lugar tinha uma decoração meio louca. Na entrada tinha uma ema empalhada (!!!):


Saímos de lá umas 2:30h e passamos no McDonald's. Comi um McChicken ($5 = R$12). Só tinha gente MUITO bêbada lá. Tinha uma menina bem nova, com uns 20 anos no máximo, que não aguentava nem andar direito. Fiquei impressionado como os australianos exageram na bebida. O alcoolismo virou problema de saúde pública lá.

Pegamos um taxi pra voltar pro hostel ($10 = R$24), porque já não tínhamos mais pernas pra andar 2Km.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...