[Mochilão 10] Dia 25: Belgrado - Rio

Hora de dizer adeus à Sérvia e iniciar minha longa jornada de volta ao Brasil. Fiz o checkout no albergue, comprei um croissaint numa padaria (50 dinars = R$1,25) e peguei o ônibus 72 no ponto final dele, na rua Zeleni Venac, rumo ao aeroporto.

B4CF57D62219AC68173E0E75DEEA3489.jpg

Uma pequena favela com barracos de madeira no caminho pro aeroporto:

B4D007752219AC68176BDD0840E19353.jpg

Uma área rural na periferia da cidade:

B4D16E1F2219AC68176EE78CC0961535.jpg

Depois de 2:30 de voo, troquei os 35 graus de Belgrado pelos 13 graus de Paris.

Chá de aeroporto: foram 6h de espera em Paris. Mesmo sendo apenas uma conexão, precisei passar pela imigração, e tive até o passaporte carimbado. Eu podia sair do aeroporto e dar uma volta por Paris pra passar o tempo, mas estava frio e garoando. Achei melhor ficar blogando no aeroporto até a hora de embarcar às 23h.

11 horas depois, já estava de volta às terras tupiniquins. Serviço de bordo da Air France nota 10 !

DSC01012.jpg

E assim termina mais um Mochilão do Desbravando Novas Fronteiras ! Espero que tenham gostado de viajar comigo pelo blog e curtido todas as aventuras !!

Aguardem a temporada 2014, que ainda não tem um destino definido. Só sei que minha “lista de desejos”, em vez de diminuir com o tempo, está cada vez maior ! Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Havaí, Vietnã, Camboja, Laos, Mianmar, Tibete, Nepal, Cingapura, Coréia do Sul, Dubai, Bielorrússia, Escócia, Suíça, Irlanda, Islândia, Bulgária, Macedônia, Montenegro, Eslovênia, Albânia, África do Sul, Andaluzia, Ibiza, Sicília, Côte d’Azur...continuo ?? Tem mais !! Muito mais !!

Já estou convencido de que uma vida inteira não é suficiente para explorar todas as páginas do livro incrível que é esse mundão, mas farei o máximo que eu puder. Isso é um vício mais forte que cachaça. Acho que sou um viajólatra. Mal volto de uma viagem, já estou pensando na próxima :) Sou viciado em aventuras, em novidades, em descobertas, em explorar o desconhecido, em superar limites, em aprender coisas novas, em provar novos sabores... pra mim isso é a melhor definição de viver. É o completo oposto da rotina, da mesmice, da monotonia, da zona de conforto que não agrega nada e faz a vida passar depressa sem a gente perceber. Quem me dera poder tirar uns 6 meses de férias por ano !!! Um dia eu chego lá ! :)

Até 2014 ! Abraços !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...