[Mochilão 8] Dia 30: Vilnius

Levantei bem tarde, às 11h da manhã. Era um sábado de temperatura agradável (23 graus).

Vilnius é a capital da Lituânia, e tem 500 mil habitantes. O país todo tem apenas 3 milhões de habitantes.

Meu quarto:

DSC06182.jpg

Vista da janela:

DSC06183.jpg

O albergue (Hostel Gate):

DSC06184.jpg

A rua do albergue:

DSC06185.jpg

DSC06186.jpg

O albergue era muito bem localizado, na cidade antiga, numa região bem central.

Uma rua próxima ao albergue com um canteiro central, onde bares colocam mesas ao ar livre. Os lituanos valorizam muito o sol e o calor durante o verão, e por isso preferem ficar ao ar livre sempre que possível.

DSC06187.jpg

DSC06188.jpg

Próximo dali, estava tendo uma feira numa praça.

DSC06189.jpg

DSC06194.jpg

DSC06195.jpg

DSC06197.jpg

Comida típica lituana:

DSC06190.jpg

DSC06191.jpg

DSC06192.jpg

DSC06196.jpg

Especiarias:

DSC06193.jpg

Show de música lituana:

DSC06217.jpg

Vídeo com o show:

As ruas em Vilnius são limpíssimas, e tudo é muito bem cuidado.

DSC06198.jpg

O idioma lituano, da mesma forma que o polonês, é sinistro ! Tem vogais com cedilha e outraa coisas estranhas. Felizmente não tive problemas para me comunicar aqui, pois todo mundo fala inglês.

DSC06199.jpg

A Lituânia (e os vizinhos Letônia e Estônia) foi controlada pelos soviéticos do fim da 2a Guerra até 1991, quando conquistou a independência. O russo é falado por muitos aqui.

Almocei no restaurante Gusto, especializado em blinis, que são crepes russos. A conta deu 18 litas = R$12, um preço bem justo !

DSC06203.jpg

DSC06202.jpg

Igreja Ortodoxa Russa:

DSC06204.jpg

DSC06205.jpg

Uma outra igreja, com uma passagem por baixo:

DSC06206.jpg

Museu de cera:

DSC06207.jpg

Um dos antigos portões da cidade:

DSC06208.jpg

Propaganda da cerveja Švyturys, a mais popular entre os lituanos:

DSC06252.jpg

DSC06211.jpg

Vilnius não tem metrô nem bonde, mas tem esses tróleibus (ônibus elétricos):

DSC06212.jpg

Fui na rodoviária comprar a passagem para Riga (capital da Letônia), para onde vou amanhã. Custou 66 litas (R$44).

DSC06213.jpg

Já imaginou um restaurante com esse nome no Brasil ? heheheh

DSC06219.jpg

Uma velhinha pedindo esmola. A probreza na Lituânia é discreta, dentro dos padrões europeus.

DSC06220.jpg

Banteira da Lituânia:

DSC06221.jpg

Ruas da cidade antiga:

DSC06222.jpg

DSC06224.jpg

A Catedral de Vilnius:

DSC06225.jpg

DSC06227.jpg

O rio que corta a cidade:

DSC06228.jpg

No alto de um morro perto da catedral fica o castelo de Gediminas, com uma vista legal da cidade:

DSC06235.jpg

DSC06234.jpg

DSC06233.jpg

DSC06232.jpg

DSC06231.jpg

Dentro dele, uma exposição com objetos medievais, como uma armadura:

DSC06230.jpg

Mais uma placa maluca...o que uma empilhadeira faria no meio de um parque ??

DSC06236.jpg

Užupis é um bairro que se auto-declarou, meio que de brincadeira, como uma república independente. É um bairro de artistas e boêmios. Algo como Santa Teresa de Vilnius.

DSC06237.jpg

A "Republica" tem até uma constituição, com leis malucas, como "todo mundo tem o direito de celebrar ou não o seu aniversário", ehhehe !

DSC06245.jpg

Rua do bairro:

DSC06242.jpg

DSC06243.jpg

DSC06240.jpg

Pinturas de artistas:

DSC06244.jpg

Um restaurante na beira do rio:

DSC06238.jpg

Cadeados numa ponte, com nomes de casais:

DSC06239.jpg

O casamento parece ser um esporte popular entre os lituanos. Andando pelas ruas da cidade, vi umas 5 sessões de fotografias de noivos.

DSC06241.jpg

DSC06247.jpg

Palácio presidencial:

DSC06249.jpg

A Gedimino Prospektas, principal avenida da cidade:

DSC06251.jpg

Eoncontrei uma praça onde estava havendo uma exposição de fotojornalismo chamada "World Press Photo 11", com fotos que foram premiadas recentemente. Muito legal !

DSC06259.jpg

DSC06253.jpg

Algumas fotos eram simplesmente incríveis !! Algumas delas:

Luta livre das "cholas" (mulheres indígenas) na Bolívia:

DSC06255.jpg

DSC06256.jpg

DSC06257.jpg

Um trem superlotado até o teto em Dacca, capital de Bangladesh:

DSC06258.jpg

Jantei num restaurante chamado Žemaičiai, de comida típica lituana recomendada pelo Lonely Planet. Muito bom !!! O restaurante fica num porão, e parece uma cantina da Idade Média, com mesas de madeira e decoração típica:

DSC06267.jpg

DSC06266.jpg

DSC06264.jpg

Cerveja lituana Švyturys:

DSC06262.jpg

O cardápio era um jornal ! Muito criativo !!

DSC06261.jpg

A entrada foi sopa de...CERVEJA ! Isso mesmo ! hehehehe

DSC06263.jpg

O prato principal foi cepelinai (zepelins, em lituano), que são batatas cozidas com recheios diversos. Delicioso !! Escolhi com recheio de carne. Era tanta comida que não aguentei comer tudo.

DSC06265.jpg

A conta deu 35 litas = R$23, muito barato !! Achei os preços da Lituânia semelhantes aos da Polônia, ou seja, uma pechincha !

Quando saí do restaurante, começou a chover muito !! Voltei pro albergue, tomei um banho e fui ver se arrumava alguma companhia pra sair à noite. Já era 11h da noite, e no meu quarto tinha um coroa que não respondeu quando eu disse "hi", um outro gringo com cara de poucos amigos, e dois japas que estavam dormindo. Marquei um tempo na área comum do albergue (onde tinha uma TV e um sofá) pra ver se conhecia alguém, mas não apareceu ninguém. Já era o terceiro albergue seguido onde não tive sorte com a galera do quarto. Eu estava desanimado de ter que sair de novo sozinho. Acho muito chato, e ja estava ficando meio cansado de fazer isso. Olhei pra minha cama, e ela estava beeem quentinha e aconchegante. Lá fora, um frio congelante. Eu já estava meio cansado, e por um momento pensei em abortar a missão, mas eu sei que depois eu iria me arrepender profundamente de perder a chance de conhecer a noite da Lituânia, ainda mais num sábado !! Fui no banheiro, lavei o rosto, peguei na internet o endereço de alguns lugares da moda, e fui !!

Felizmente a chuva tinha parado, mas estava frio. Tive que sair de casaco. As ruas da cidade antiga por volta de meia-noite estavam bombando muito !! Muita gente nos bares e caminhando sem destino certo. Parecia até a Lapa em noite de sábado !!

DSC06280.jpg

DSC06275.jpg

DSC06269.jpg

Numa praça, uma mini-boate muito louca, de música eletrônica !

DSC06274.jpg

Numa outra rua, uma multidão dançando ao ar livre na maior empolgação ao som de música dos anos 50, como Elvis Presley...muito louco !!

DSC06278.jpg

A Catedral iluminada:

DSC06281.jpg

Bateu o maior cansaço, e pensei mais uma vez em abortar a missão e ir dormir cedo, mas ao ver a mulherada em peso entrando na Salento (uma boate perto do albergue), mudei imediatamente de idéia !!

DSC06276.jpg

Percebi que havia encontrado o lugar certo para a noite. A entrada custou 30 litas (R$20). Quando entrei, fiquei totalmente desconcertado com a quantidade de mulher bonita que tinha lá dentro. Coisa de louco !! O DJ era show de bola, e a pista estava bombando muito !! Cerveja 500 ml por apenas 7 litas (R$4,60) ! Essa foi, sem dúvida nenhuma, a melhor noite de toda a viagem ! Um LUXO !!! Eu simplesmente não queria ir embora de lá !!

DSC06282.jpg

DSC06285.jpg

DSC06288.jpg

DSC06289.jpg

Fiquei até 4:30 da manhã, e quando saí, já tinha amanhecido:

DSC06292.jpg

Nessas horas que eu vejo como pagamos caro para sair a noite no Brasil, e pior, nuns lugares bem mais ou menos, que não valeriam nem a metade do que cobram de entrada !! Muitos dizem que entrada cara é necessária para "selecionar" os frequentadores. Na Europa as entradas são baratas, e fatura-se mais com as bebidas. A tal "seleção" é feita de outra forma: o temido "face control", que é aquele segurança com cara de poucos amigos na porta escolhendo quem entra e quem não entra. Eu não tive nenhum problema com face control por aqui, pelo menos por enquanto !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...