[Mochilão 8] Dia 14: Paris

A noite foi infernal. Os americanos e as australianas do nosso quarto chegaram da noitada por volta das 4h da manhã fazendo uma algazarra sinistra ! Gargalharam, falaram alto, acenderam a luz e acordaram todo mundo. Eles foram dormir tipo meia hora depois, e acordaram por volta das 6:30 da manhã fazendo de novo um barulho infernal. Nos albergues, eu sempre durmo com "earplugs" (aqueles plugs de ouvido de borracha que dão em alguns voos), então não escuto praticamente nenhum barulho, mas dessa vez o barulho que eles fizeram foi tanto, que não adiantou nada usar os plugs. Já fiquei em cerca de 40 albergues, e foi a primeira vez que tive esse problema com os companheiros de quarto. Existe um "código de ética" informal entre os mochileiros, e a regra número 1 é fazer o menor ruido possível ao entrar no quarto de noite quando outro mochileiro está dormindo. Os americanos foram embora de manhã, mas as australianas ficaram. Quando acordei, elas não estavam mais aqui no quarto, mas o Rafael reclamou com elas quando acordou e acho que elas se tocaram.

Como já eram 11h, o café da manhã do albergue já tinha terminado. Passamos num supermercado do lado do albergue e compramos iogurte, pão ciabatta, queijo brie, e comemos no quarto. Aproveitei pra comprar uma barra de chocolate Lindt por apenas 1,76 euros ! Achei os preços incrivelmente baratos. O queijo brie President custou 1,86 euros ! Tinha vinho bom no supermercado, de Bordeaux e Borgogne, sendo vendido por apenas 5 euros !!! Fico impressionado como somos roubados no Brasil !

DSC05353.jpg

DSC05354.jpg

DSC05355.jpg

DSC05356.jpg

Fomos fazer o passeio turístico básico de Paris. O Rafael não conhecia, mas para mim já é a 5a vez na cidade. A inclusão de Paris e Berlim no roteiro foi por escolha dele, mas como eu havia escolhido outros países que ele não pretendia conhecer (como a Rússia), topei modificar o roteiro para incluir essas cidades.

Considero Paris uma cidade mais apropriada para se visitar em casal, e não com amigos, mas a cidade é tão bonita que não é de maneira nenhuma um "sacrifício" visitá-la mais uma vez. É um prazer, um privilégio, uma dádiva poder mais uma vez circular pelas ruas da cidade mais bela do mundo.

Paris não tem uma vida noturna tão boa como outras grandes capitais européias, como Londres, Berlim e Madri, mas vamos ver se a gente consegue encontrar pelo menos algum lugar legal para sair por aqui.

A primeira parada do passeio de hoje foi a Torre Eiffel. Enfrentamos 2h de fila pra subir, mas a vista lá de cima sempre vale muito a pena. Essa é, sem dúvida nenhuma, a cidade mais bonita do mundo. Não tem como comparar com nenhuma outra !!!

DSC05370.jpg

DSC05360.jpg

DSC05358.jpg

DSC05361.jpg

DSC05362.jpg

DSC05364.jpg

A descida do 2o para o primeiro andar foi de escada, assim evitamos mais uma fila.

DSC05366.jpg

O primeiro andar, onde funciona um restaurante.

DSC05369.jpg

DSC05367.jpg

O Champ de Mars cheio de gente curtindo o sol e o clima agradável de primavera.

DSC05371.jpg

DSC05373.jpg

Arco do Triunfo:

DSC05375.jpg

Caminhada pela Av des Champs-Elyssés:

DSC05376.jpg

DSC05377.jpg

Precinhos "camaradas" numa loja, e mesmo assim, uma fila quilométrica para entrar nela !!

DSC05378.jpg

DSC05379.jpg

Exposição de carros da Citroën:

DSC05381.jpg

DSC05382.jpg

Place de la Concorde, com o Obelisco de Luxor:

DSC05386.jpg

A nova moda de Paris são os passeios de tuc-tuc, muito comuns no sudeste asiático:

DSC05388.jpg

Jardin de Tuleries:

DSC05389.jpg

Louvre:

DSC05392.jpg

DSC05395.jpg

Pont Neuf:

DSC05396.jpg

Pont des Arts:

DSC05397.jpg

Cadeados com nomes de casais apaixonados na Pont des Arts:

DSC05399.jpg

Um Bateau-Mouche:

DSC05398.jpg

O "Lado B" de Paris...sem-tetos acampados debaixo de uma ponte:

DSC05401.jpg

A Catedral de Notre-Dame, na Ile de la Cité:

DSC05402.jpg

Basílica de Sacré-Coeur, em Montmatre:

DSC05405.jpg

DSC05406.jpg

A quantidade de turistas que circulam pela cidade é impressionante. É tanto turista que os franceses parecem sumir no meio de tantas etnias. Eu devo ter escutado hoje uns 15 idiomas diferentes.

Pelas ruas vejo algumas francesas bonitas, e algumas poucas bem gatas. A coisa é bem melhor que na Alemanha, mas a Rússia é muitoooooo melhor !!!

Comemos no Le Paname, um restaurante em Montmatre bom e barato. Menu com entrada + prato + sobremesa por 20 euros.

Foie gras de entrada:

DSC05407.jpg

Crevètes (camarões):

1DSC05408.jpg

Vinho de Bordeaux:

4DSC05409.jpg

A sobremesa foi um crepe flambado na vodka, bom demais !!

Estou conseguindo me comunicar bem em francês por aqui ! Não esperava que me saisse tão bem ! Estou entendendo quase tudo !!! Os 2 anos de curso na Aliança me serviram para algo !!!

Preferimos não fazer noitada hoje, pois não dormimos quase nada na noite passada e ficamos exaustos depois de andar tanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...