[Mochilão 6] Dia 15: São Francisco - Los Angeles

Pegamos o bonde perto do albergue, na Market Street, e saltamos na Lombard Street, uma rua famosa que desce uma ladeira de maneira sinuosa. Esta rua aparece em vários filmes.

EUA_2009_943.jpg

Depois de caminhar por várias ruas íngremes, chegamos na Chinatown, que é bem mais bonita que a de Nova York. Tem edifícios com arquitetura típica chinesa, pequenos mercados com produtos chineses, farmácias de medicina chinesa, restaurantes, quitandas, etc. Dá pra se sentir mesmo na China !

O portal de entrada da Chinatown:

EUA_2009_975.jpg

Este é um "Chinese Hospital":

EUA_2009_953.jpg

Muitas lojas só tem anúncios em mandarim:

EUA_2009_960.jpg

EUA_2009_950.jpg

Esta é a rua dos tibetanos. Todos estes edifícios com arquitetura típica tem a bandeira do Tibete no topo.

EUA_2009_968.jpg

EUA_2009_971.jpg

Saindo de lá, almoçamos num restaurante tailandês muito bom perto do albergue. Comi um prato com frango ao curry e arroz por apenas $8.

Depois fomos conhecer o Japantown, o bairro japonês, que tem muitos restaurantes e lojas com produtos japoneses.

Este é o portal de entrada:

EUA_2009_985.jpg

A praça principal:

EUA_2009_986.jpg

Cartazes com ideogramas japoneses:

EUA_2009_984.jpg

Um "pagode" (construção tradicional japonesa):

EUA_2009_987.jpg

A algumas quadras da Japantown fica a Alamo Square, um dos cartões postais de São Francisco, com as famosas "Painted Ladies", que são lindas casas em estilo vitoriano construídas no final do século XIX. Poucas casas neste estilo restaram na cidade. A maioria foi destruída no devastador terremoto que atingiu a cidade em 1906.

EUA_2009_997.jpg

Voltamos pro albergue pra buscar a bagagem e partimos pro aeroporto. O vôo atrasou pra caramba. Depois de 1h de vôo, chegamos em Los Angeles. Já passava de meia-noite. Fomos na Hertz pegar o carro que tinhamos alugado. Na verdade não sabíamos ainda qual seria o modelo, pois só era possível reservar pelo tipo do carro (tínhamos escolhido um conversível). Pegamos um Toyota Solara maneiríssimo !!! Eu e Novello tiramos "zerinhoum" pra ver quem ia dirigir primeiro o carro. O Novello ganhou. Baixamos a capota, colocamos o endereço do hotel no GPS e saimos rumo ao desconhecido nas largas avenidas de Los Angeles.

O hotel (Ramada Plaza LAX) ficava bem perto do aeroporto. Não levou nem 15 minutos de carro. O curioso é que ele não fica exatamente em Los Angeles, e sim na cidade de Hawtorne. A cidade de Los Angeles é só a parte central da metrópole, como se fosse o centro da cidade. As outras regiões são cidades diferentes e independentes (Malibu, Santa Monica, Venice, Hollywood, Beverly Hills, Long Beach, etc). São dezenas de cidades coladas umas nas outras, que para os nossos padrões seriam com se fossem bairros.

O hotel era um 3 estrelas bem razoável, inclusive com piscina e garagem. Pagamos apenas $35 por pessoa a diária. Jantamos no Denny's, um "diner" perto do hotel. Diner é uma espécie de lanchonete-restaurante 24h, que serve café da manhã no estilo americano (omelete, bacon, e outras coisas lights), almoço (geralmente sanduiches) e jantar (carnes, frutos do mar, sanduiches, etc). A Shaika de Ipanema, pra quem conhece, é um típico diner. Comi quesadilla (comida mexicana) e um milk shake de chocolate com pedaços de Oreo (aquele biscoito da nabisco) MUITO BOM ! Chegou perto do milk shake do Bob's ! O Diner, apesar de estar a apenas 200m do hotel, pertencia outra cidade, chamada de El Segundo. Los Angeles é assim mesmo, um emaranhado de cidades coladas umas nas outras. Você no final da contas nunca sabe direito em qual delas está pisando oficialmente, mas chama tudo aquilo de "Los Angeles".

Não rolou night por faltas de condições de jogo, estávamos estragados !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...