[Mochilão 5] Dia 8: Oslo

Após 9 horas de viagem de trem, chegamos às 7 da manhã a Oslo, capital da Noruega.

Desembarcamos e fomos trocar dinheiro (euros por coroas norueguesas) na estação. No caminho, o Novello entrou em desespero ao dar falta da pasta dele com todas as passagens aéreas. Ele havia esquecido no trem, que já havia partido. Todas as passagens eram e-ticket (ele podia imprimir novamente acessando o email dele), exceto a de volta pro Rio (da TAM), que era bilhete normal.

Compramos nosso café da manhã na estação e fomos procurar o albergue que havíamos reservado (Sentrum Pensjonat), que ficava a poucas quadras de distância.

Este era o albergue:

Europa_2008_200.jpg

Fizemos o checkin. O atendente era um cara meio ríspido, de poucos sorrisos. O albergue era bom, bem grande, e os quartos bem grandes também. Achei legal que as camas não eram beliches. Nosso quarto era para 4 pessoas. Foi um dos albergues mais caros da viagem: 32 euros a diária.

Demos uma volta pela parte central da cidade. Esta é a principal rua de pedestres da cidade, a Karl Johans Gate.

Europa_2008_203.jpg

O Kongelige Slott (Palácio Rea)l:

Europa_2008_206.jpg

Como estava frio e chovendo, fomos para o Historisk Museum, que conta a história do país e dos Vikings:

Europa_2008_207.jpg

Europa_2008_208.jpg

Uma coisa que achei esquisita em Oslo: vimos várias pessoas andando pelas ruas com dois espetos de ferro, como aqueles de esqui. Depois descobrimos que é para exercitar os braços enquanto se anda. (???)

muleta_oslo.jpg

A chuva e o frio não davam trégua. Comemos no Burger King. Fiquei impressionado com os preços na Noruega. Paguei 81 coroas norueguesas (27 reais !!!) pelo sanduíche+fritas+refrigerante. A Noruega é um dos países mais caros do mundo.

Voltamos para o albergue para dar uma dormida, pois estávamos cansados (não havíamos dormido no trem).

Acordamos às 22h, tomamos um banho, e fomos comer no 7 Eleven. Na nossa rua e nas ruas vizinhas, me chamou a atenção a grande quantidade de prostitutas, todas negras. Devem ser as preferidas dos noruegueses.

Demos uma volta pela Karl Johans Gate, indo em direção ao Palácio Real. Achamos um bar/boate que não cobrava entrada, mas estava bem vazio. Fomos então para um pub ao lado, que era nnum porão. Entrando pela calçada, tinha que descer uma escada. Estava bem cheio, e tocava rock. Uma galerinha bem esquisita, underground. Tomamos 2 cervejas (60 coroas norueguesas = 20 reais CADA UMA !!!). As bebidas alcoólicas são bem caras na Noruega. Só é possível comprar cerveja em mercados e lojas de conveniência até 18h, depois só é vendida em bares ou boates (bem mais caro, óbviamente). Bebidas destiladas são só vendidas em lugares com autorização especial do governo.

Ficamos pouco tempo no bar, e depois voltamos pro albergue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...