[Mochilão 3] Dia 23: Madri - Rio

Laura e Santiago me deixaram no aeroporto ao meio-dia. O vôo partiu às 14h, e as 22h estava aterrisando no Rio, depois de uma conexão em SP.

Fim de jogo !!! Viagem sensacional !!! O melhor de tudo é que ainda tinha o domingo pra dormir até tarde e recuperar as energias para voltar ao trabalho na 2a feira !

[Mochilão 3] Dia 22: Munique - Madri

Acordei cedo (8h) e com uma mega ressaca. Tomei café da manhã no albergue e parti pro aeroporto. O vôo para Madri saiu ao meio-dia e fez conexão na ilha de Palma de Mallorca. Laura e Santiago, amigos espanhóis, estavam me aguardando no aeroporto de Madri. Fomos todos para o apartamento de Cristina e Antonio, outros amigos.

Brindando com Zoco (pacharán, que é um tipo de licor espanhol):

DSC01460.jpg

Dormi na casa de Laura e Santiago.

[Mochilão 3] Dia 21: Munique - Füssen

Último dia na Alemanha. Fui conhecer uma das principais atrações turísticas do país, o Schloss Neuschwanstein (Castelo Novo Cisne de Pedra), que fica em Füssen, a 120 Km de Munique.
A viagem de trem durou cerca de 2h e teve uma baldeação no caminho. Füssen é uma pequena e linda cidade aos pés dos Alpes, na fronteira com a Áustria.

9DSC01396.jpg

DSC01436.jpg

DSC01438.jpg

DSC01439.jpg

Peguei um ônibus ao lado da estação de trem até o vilarejo de Hohenschwangau, a 4 Km de distância. No ponto final já dava pra ver o castelo no alto de uma montanha:

DSC01398.jpg

3DSC01401.jpg

O Schloss Neuschwanstein serviu de inspiração para Walt Disney quando ele projetou o castelo da Cinderela na Disneylândia.

Uma estrada ingreme levava até o castelo no topo da montanha. Muitos turistas optavam em subir de charrete, mas eu, como bom mochileiro, preferi ir a pé mesmo.

DSC01404.jpg

DSC01423.jpg

Uma pena que não era permitido tirar foto no interior do castelo. Mas achei ele por fora mais bonito.

Esta trilha levava até um mirante com uma vista sensacional para os lagos e as montanhas.

DSC01409.jpg

As montanhas no horizonte, na foto abaixo, dividem a Alemanha da Áustria:

DSC01413.jpg

Uma ponte de pedra sobre um desfiladeiro, no melhor estilo "Indiana Jones":

DSC01427.jpg

Olhar para baixo não é muito aconselhável !!!

DSC01420.jpg

Na ponte, a vista sensacional do castelo:

DSC01417.jpg

O lago que fica na fronteira com a Áustria:

8DSC01430.jpg

Cachorro-quente de weisswurst (salsicha branca) com maionese:

5DSC01434.jpg

Voltei pra Munique, tomei um banho no albergue e à noite parti pra minha última noite na Oktoberfest.

Este é o pavilhão Hippodrom, que não consegui conhecer, porque estava sempre lotado. Tinha que ficar esperando um certo número de pessoas sairem para poder entrar.

DSC01445.jpg

Foi a noite do "pé-na-jaca". Tentei esquecer que cada cerveja custava 7,50 euros. Experimentei todas as marcas que vi pela frente: Paulaner, Hofbräu, Löwenbräu, Spaten, Hacker-Pschorr e Augustiner Bräu. Os alemães dão muito valor às cervejas locais. Todas estas cervejas servidas na Oktoberfest são de Munique. Não vi pra vender lá, por exemplo, a famosa Erdinger ou a Berliner, que conheci em Berlim.

Videos que gravei no pavilhão da Hofbräu:







Obviamente, fiquei "doidão", e quando dei por mim, estava com mais 3 brasileiros e uns italianos chegando numas gringas. Ficamos guerreando juntos até o final, às 22:30, quando pararam de servir cerveja. Uma alemã que conhecemos na festa aconselhou a região da Ostbahnhof, pois lá tinha noitada até mais tarde. Pegamos metrô até lá. Na rua, uma garota ouviu a gente falando português e gritou BRASILLL. Era uma menina de Manaus que morava lá em Munique e estava promovendo o Bar do Brasil, ali perto. Fomos até lá, mas estava fraco. Ficamos zoando umas gringas, e depois entramos em mais duas boates, mas também estavam meio vazias.

Brasil x Ucrânia:

DSC01448.jpg

DSC01450.jpg

DSC01451.jpg

Brasil x Alemanha:

DSC01453.jpg

Bar do Brasil:

6DSC01455.jpg

DSC01457.jpg

Chegou a hora de partir. Já era quase 1 da manhã, e eu estava com medo do metrô fechar. Aí seria perrengue total, pois seriam 4 Km de caminhada por ruas desconhecidas (sem mapa e sem ninguém na rua) até o albergue.

Me despedi da galera, peguei o metrô, e ao chegar no albegue, ainda tomei uma saideira no bar (que estava bombando)...depois desmaiei na cama.





[Mochilão 3] Dia 20: Munique

Ao acordar, conheci minha vizinha de cama, uma argentina que já estava de saída. Ela estava viajando sozinha pela Europa e estava indo pegar o trem para Berlim. Já cansei de ver européias, americanas e canadenses viajando sozinhas e ficando em albergues, mas essa foi a primeira latina que vi. Ela comprou tanta coisa na viagem, que teve que despachar uma mala pelo correio para a casa dela em Buenos Aires.

Tomei café no albergue (muito bom, por sinal), e saí pra dar uma volta pela cidade.

Em frente ao albergue, a Augustiner Bräu Bierhalle, bar/restaurante da cervejaria Augustiner Bräu:

DSC01290.jpg

Antiga fábrica da Augustiner Bräu:

DSC01291.jpg

Propaganda da cerveja Höfbräu:

DSC01292.jpg

Charrete-propaganda da cerveja Löwenbräu:

DSC01293.jpg

Edifício-sede da BMW, com o formato de 4 cilindros, como nos existentes nos motores:

1DSC01297.jpg

Museu da BMW:

6DSC01296.jpg

4DSC01298.jpg

DSC01300.jpg

DSC01301.jpg

4DSC01303.jpg

DSC01307.jpg

1DSC01310.jpg

Olympiapark, local das Olimpíadas de 1972:

DSC01295.jpg

Olympia-schwimmhalle, o parque aquático do Olympiapark:

DSC01315.jpg

3DSC01316.jpg

Mapa do Olympiapark:

DSC01323.jpg

Estádio Olímpico:

4DSC01328.jpg

Olympiaturm, uma torre com vista para toda a cidade:

DSC01330.jpg

Vista do Olympiaturm. Esta é a Vila Olímpica:

8DSC01339.jpg

Estádio Olímpico:

DSC01340.jpg

Sede da BMW:

DSC01343.jpg

O fantástico Allianz Arena, estádio do Bayern München, construído para a Copa de 2006. O Brasil jogou nele contra a Austrália na primeira fase. Nele também aconteceu a partida de abertura da Copa (Alemanha x Costa Rica).

DSC01372.jpg

Participei de uma visita guiada ao estádio. Só tinha alemão no grupo, e eu era o único estrangeiro. A visita obviamente foi em alemão, e por isso, não consegui entender nada que o guia falava. Mesmo assim foi muito interessante. Estádio de primeiríssima linha, ultra-moderno. A fachada externa tem um sistema especial de iluminação que muda de cor de acordo com o time mandante. Se for a seleção alemã, o estádio fica branco. Se é o Bayern München, fica vermelho.

DSC01356.jpg

8DSC01363.jpg

Vestiário:

8DSC01364.jpg

6DSC01365.jpg

Video que gravei na arquibancada:

Voltei pro albergue e, tomei um banho. No quarto do albergue conheci um australiano e duas americanas, ficamos conversando um pouco por lá. As americanas já tinham ido no Brasil e disseram que ficaram apaixonadas por Búzios.

Parti pra Oktoberfest à noite.

DSC01375.jpg

Pavilhão Armbrustschützenzelt (impossível pronunciar isso !!! ahaha). Neste pavilhão é servida a cerveja Paulaner.

DSC01376.jpg

Pavilhão da cerveja Höfbräu:

DSC01377.jpg

DSC01378.jpg

DSC01379.jpg

Sentei num banco que estava vazio e pedi a primeira cerveja. Começaram a sentar vários alemães na mesa, e pouco depois todo mundo já era amigo. Um dos alemães tinha cara de brasileiro, e realmente era. Ele falou que tinha nascido no Brasil, mas foi morar na Alemanha quando criança, pois foi adotado por um casal alemã. Por isso não sabia falar português.

Depois sentei em outra mesa e tinha umas italianas malucas. Não entendia nada que elas falava, e elas muito menos o que eu falava. Mas foi engraçado !! Depois chegaram uns espanhóis e ficamos zoando as italianas. Os caras já tinham ido no Brasil e se disseram apaixonados pelo país, principalmente pelo "Tchiclêtê com Bánáná"

No final da festa, quando os pavilhões estavam fechando, conheci uma galerinha de Porto Alegre:

DSC01392.jpg

Fomos todos pra um bar perto do albergue. Estava bombando. Tomamos mais algumas "mass" (canecas) de cerveja. Voltei pro albergue, e o bar dele estava a maior festa. Música alta rolando, todo mundo bebendo e zoando. Só fui dormir lá pelas 3 da manhã.

[Mochilão 15] Dia 23: Quebec - Rio

Último dia da viagem. :-( Mais um dia de sol e temperatura agradável (22 graus). Um dos portões da cidade antiga (Vieux-Quebéc): ...